Brasil, Destaque, Educação, Enem, Hot Topic, MEC

Inep e MEC anunciam mudanças no Enem 2017

Entenda tudo o que mudou após Consulta Pública

Neste ano, o Ministério da Educação (MEC) e o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) lançaram uma Consulta Pública para saber a opinião da população sobre algumas mudanças na prova. Entre as alterações estão: tempo de duração e quantidade de dias de prova, a aplicação do exame pelo computador, entre outras questões.

A pesquisa foi encerrada em 17 de fevereiro. Na semana passada, em 9 de março, foram anunciados os resultados dessa consulta e, em coletiva de imprensa, o Inep apresentou as possíveis mudanças para o Enem 2017. Veja o que mudou.

Dias de exame

O exame será dividido em dois domingos consecutivos, e não mais em um final de semana (sábado e domingo). Com essa mudança, os sabatistas não precisarão esperar até as 19 horas do sábado para iniciar o exame. As datas do exame já foram definidas: 5 e 12 de novembro.

A prova

Atenção a mais essa mudança: no primeiro domingo de prova, serão cobradas a redação, as questões de Linguagens e Ciências Humanas, com duração de cinco horas e meia de prova.
E no segundo dia, a prova vai conter questões de Matemática e de Ciências da Natureza, com quatro horas e meia de duração.

Segurança

Os cadernos de questões continuam sendo identificados por cores, porém, tanto os cadernos quanto o cartão de resposta serão personalizados com nome e número de inscrição do candidato impressos.

Redação

A redação será cobrada no primeiro dia de prova, mantendo os mesmos critérios de avaliação de 2016.

 

Certificação do Ensino Médio

A partir deste ano, o Enem não certificará mais o Ensino Médio, considerando que o Exame Nacional de Certificação de Jovens e Adultos (Encceja) é mais adequado para esse fim.

 

Atendimento aos sabatistas

Não haverá mais atendimento aos sabatistas, pois as provas serão realizadas aos domingos.

 

Atendimento especializado

A solicitação de tempo adicional deve ser feito no ato da inscrição, apresentando documento comprobatório a essa particularidade do candidato.

 

Critérios de gratuidade da taxa de inscrição

Agora, quem tiver o CadÚnico, o cartão de auxílio a famílias de baixa renda, terá isenção da taxa de pagamento. O candidato deve informar o Número de Identificação Social (NIS), e com isso, o sistema fará uma busca automática, validando a inscrição com isenção de taxa. Os estudantes de escolas públicas continuam tendo gratuidade na isenção.

Inscrição

As inscrições estarão abertas entre os dias 8 e 19 de maio, e o edital será publicado em abril.

 

Clique aqui para conferir os resultados da Consulta Pública.

Artigo AnteriorPróximo Artigo